Ethics, Filosophy and Politics | Ética, Filosofia e Políticas

A IntellCorp tem na sua base genética um posicionamento ética e moralmente independente. Enquanto agentes e produtores de atividade de serviços de informação, inteligência, contrainteligência, proteção e segurança o principal objetivo da IntellCorp (embora tendo personalidade jurídica) é, não sendo um agente com propriedades morais e éticas, proteger os nossos clientes, gerindo informação e blindando ao máximo os riscos do mundo contemporâneo. Os interesses que envolvem a IntellCorp esgotam-se na sua finalidade primeira e última: assegurar o cumprimento das relações contratuais em que a empresa se envolve, sem fazer juízos de valor, nem assumindo qualquer tipo de posicionamento que apenas e sempre compete às autoridades competentes dirimir.

 

A IntellCorp tem uma política de gestão de informação interna bem definida e rigorosa; por um lado a empresa tem uma faceta comercial como é usual, mas por outro lado, dado a complexidade e a peculiaridade da área de negócio da empresa, tem um lado operacional independente e fechado sobre si mesmo. Esta política de paredes éticas visa essencialmente proteger os três polos de intervenção em cada missão que realizamos: em primeiro lugar, assegurar toda a confidencialidade e sigilo da parte do nosso cliente, em segundo lugar assegurar também e de igual modo a segurança dos nossos colaboradores.

A IntellCorp não é uma empresa de negócio habitual; todos os dias somos confrontados com clientes e situações que podem ser eticamente complexas de analisar e esclarecer na totalidade.  Sabemos que a distinção entre o bem/mal é um assunto que preocupa a humanidade há vários milénios; sabemos também que é muito provável que esta preocupação, ou pelo menos algum tipo de consciência sobre a realidade moral de qualquer tipo de sociedade é talvez uma realidade transversal ao mundo animal (e não apenas uma questão da Humanidade), contudo, todos os dias a nossa empresa é muitas vezes expressão de um exercício contínuo de desconstrução de mitos, preconceitos históricos culturalmente relativos que nos cercam e que em último reduto,  constituem a nossa sociedade civil, as nossas instituições civis e religiosas mais coronárias. 

A nossa empresa está comprometida apenas e tão-somente com os seus próprios princípios: o nosso código de Ética compromete-nos de modo absoluto com a excelência do serviço prestado e com a garantia de que não nos envolvemos nunca, nem os nossos clientes, com qualquer tipo de práticas criminosas nas jurisdições onde realizamos os nossos serviços. Estes são os valores últimos e primeiros que fundamentam a nossa mentalidade como empresa. A realidade com que a IntellCorp muitas vezes se debate é extrema e crítica; a única forma de garantirmos a nossa sobrevivência passa simplesmente por sermos comprometidos de modo absoluto para com o nosso cliente e as suas preocupações, bem como para com a nossa própria equipa no terreno (colaboradores diretos ou indiretos). Em todos os casos procuramos garantir ao máximo a segurança dos intervenientes, sabendo de antemão que muitas vezes muito depende de nós, do rigor que nos pauta, do nosso profissionalismo no modo como abordamos a realidade, e também com certos valores que internamente incorporamos para levarmos a cabo as nossas operações.

Internamente temos como princípios certos valores que apenas dizem respeito aos nossos colaboradores: lealdade, profissionalismo e discrição.

 

A IntellCorp rege-se por uma forte política de compliance de forma a assegurar o cumprimento da lei e das regras de Anti Branqueamento de Capitais. A IntellCorp cumpre sempre e em qualquer circunstância uma diligência prévia completa e estruturada de todos os intervenientes em cada caso (sejam eles qualquer tipo de organização privada ou governamental, bem como no caso de se tratar de um indivíduo em particular), acionando sempre que necessário todas as diligências de KYC nas operações que possam parecer suspeitas. Enquadramos a realidade de cada um dos nossos clientes, bem como do que nos é solicitado com máxima ponderação: em todos os casos interessa-nos sempre avaliar por um lado o risco da operação em causa para o nosso cliente, para os nossos colaboradores diretos e indiretos, bem como das nossas fontes.

A IntellCorp recusa-se determinantemente a prestar qualquer serviço a clientes envolvidos em homicídios, tráfico de armas, tráfico de estupefacientes e humano, atividades terroristas, corrupção, branqueamento de capitais, burlas, burlas qualificadas, crimes de associação criminosa, fraude fiscal bem como todo o tipo de atividade ilícita na jurisdição em que atuamos.

 

Na hipótese de a IntellCorp vir a ter conhecimento, previamente ou posteriormente, de que a operação para que foi contratada se destina a; ou de que existe qualquer tipo de objetivo direto ou indireto na nossa contratação para alguma atividade de carácter ilícito, desde logo se reserva o direito de, imediatamente, rescindir unilateralmente e denunciar o contrato que haja iniciado com os seus clientes sem lugar a indemnizações.

 

O nosso objetivo principal é a satisfação dos nossos clientes e a segurança dos nossos colaboradores. O nosso trabalho obriga sempre a um posicionamento híper personalizado, adaptando-nos sempre e permanentemente à realidade com que nos deparamos em cada situação para que somos contratados, mas de modo a mitigar riscos para todas as partes somos os principais responsáveis pelos princípios de racionalidade que introduzimos no terreno.

Os nossos serviços são adequados a cada situação específica e cada terreno em particular; o produto final é sempre resultado de um elevado grau de profissionalismo no cumprimento de todos os requisitos funcionais e não funcionais de cada operação, tendo por base a coesão da nossa equipa. Com base na nossa experiência, sabemos ir ao encontro das necessidades de quem nos procura e é nesta base que trabalhamos: o nosso código ético, a nossa moralidade tem apenas uma direção e está apenas comprometida com o sucesso de cada operação particular que aceitamos levar a cabo pelos nossos clientes.

IntellCorp